Gasolina aditivada ou comum, qual a diferença? - Citytracker

Citytracker Citytracker

Gasolina aditivada ou comum, qual a diferença?

Postado em 03/08/2022
Gasolina aditivada ou comum, qual a diferença?
gasolina comum ou aditivada

Gasolina aditivada ou comum, qual a diferença?

Gasolina aditivada ou comum, qual a diferença? Ao parar em um posto de combustível para abastecer, você provavelmente já se deparou com frentistas perguntando “não prefere a gasolina aditivada? São só R$ 0,10 a mais”.  Apesar de nos sentirmos tentados a aceitar essa oferta, a pergunta é: afinal, qual é a diferença entre gasolina comum e aditivada?

Para quem trabalha com gestão de frota, saber a resposta dessa questão é essencial, pois garante um controle de combustível mais eficaz. Dependendo dos modelos que compõem a sua frota e do tipo de tráfego que enfrentam diariamente, a gasolina aditivada pode não ser muito vantajosa.

Para que serve a gasolina aditivada?

Ao contrário do que muitos podem pensar, a gasolina aditivada não tem a função de ser mais econômica ou menos poluente. Na verdade, essas são apenas consequências da sua função principal, que é a limpeza dos bicos injetores e outras peças do motor.

A maior diferença entre o combustível comum e o aditivado, como o próprio nome já diz, é a presença de aditivos na sua composição. Mas o que exatamente são esses aditivos?

A resposta para essa pergunta varia de acordo com a marca do combustível, pois existem diversas variações nas fórmulas da gasolina aditivada. Em geral o aditivo é composto por detergentes e outros produtos químicos que ajudam a dissolver a sujeira acumulada nos componentes do motor. Com isso é possível não apenas aumentar a sua vida útil, mas também melhorar a passagem do combustível pelos canais que o compõem, o que gera uma melhor performance e economia.

Qual o impacto da gasolina comum e aditivada no controle de combustível?

Uma grande preocupação de quem trabalha com gestão de frotas é o gasto com combustível e manutenção dos veículos. Por isso, é importante fazer um controle de abastecimento eficaz, verificando o tipo de combustível utilizado e o rendimento de cada veículo.

Com o passar do tempo, a gasolina comum deixa resíduos por onde passa, que acabam formando uma espécie de “goma”. Assim, as peças do motor passam a exigir mais esforço para se movimentarem, pois o atrito fica maior e a sujeira acumulada também diminui a capacidade de queima do combustível. Consequentemente, o consumo do veículo aumenta.

Frequência do abastecimento

Perceba, porém, que não há a necessidade de abastecer o carro constantemente com a gasolina aditivada, pois não haverá nenhum resíduo acumulado para ser limpo. O ideal é usar os aditivos apenas uma vez a cada quatro abastecimentos. Caso contrário, você estará apenas desperdiçando dinheiro com um combustível mais caro.

É importante ressaltar também que, caso os veículos da sua frota nunca tenham usado a gasolina aditivada, não é recomendável encher um tanque inteiro com esse combustível, pois os produtos químicos são muito fortes e podem deslocar toda a sujeira acumulada de uma vez. Isso pode causar o entupimento do sistema e o travamento das peças do motor.

Nesse caso, o ideal é encher um quarto do tanque com gasolina aditivada e o restante com a comum. Para fiscalizar essa periodicidade, é essencial contar com um sistema de controle de combustível, garantindo o bom funcionamento dos veículos e evitando desgastes desnecessários.

Procedência do combustível

Dessa forma, é melhor fazer o rodízio já mencionado: usá-la apenas uma a cada quatro vezes em que for abastecer o veículo. Ainda que o valor seja inferior a R$0,10 de diferença, é preciso verificar também a procedência do combustível, pois existem postos que adulteram o seu produto.

Se esse for o caso, você terá muito mais prejuízo, já que os aditivos não cumprirão o seu papel e poderão diminuir ainda mais a eficácia do motor. Por isso, é preciso fazer um controle de abastecimento que verifique a procedência dos produtos utilizados em todos os veículos da sua frota, evitando postos que são suspeitos e irregulares.

Acesse nosso site, descubra nossas soluções personalizadas e veja como podemos te ajudar na sua gestão de frota.

escolha entre gasolina comum ou aditivada

gasolina comum ou aditivada